Sonhos cortados ainda podem brotar

manga

Sempre gostei de observar a natureza e aprender com ela e os que estão à minha volta sabem bem disso. Quantos ensinamentos podemos ter, e quantas mudanças na vida podemos passar apenas observando e praticando ensinamentos com a “grandiosa simplicidade” da natureza.

Essa semana tive  contato com uma imagem muito interessante e que chamou minha atenção. Trata-se de uma mangueira cortada praticamente à altura do solo e que após alguns dias ou meses, ela conseguiu gerar um pequeno broto do seu caule já “morto” aos nossos olhos e dele pôde ainda produzir uma manga.

Vejam só que coisa mais linda, que ensinamento. Tenho falado nos últimos meses a centenas de pessoas como alunos, diretores, professores além de grupos de colaboradores de empresas e quantas pessoas diferentes, personalidades diferentes, histórias riquíssimas que por vezes são lançadas ao vento sem que muitas vezes ninguém a aprecie.

Dessas tantas pessoas queridas que tenho conhecido, não é pouco o número delas  que por razões diversas têm seus sonhos abortados ao longo da vida pelos mais variados motivos e já deixaram de sonhar há muito tempo. É muito comum ouvi-las dizendo – “não há mais esperança pra mim” ou “não existe mais chance do meu sonho brotar, meus sonhos foram cortados”. Quantas delas somente seus travesseiros são testemunhas de tamanha dor e sofrimento que gritam no silêncio da noite.

Confesso que não é fácil ouvir histórias de violência doméstica, abuso, palavras limitantes lançadas contra os filhos o tempo todo e não se emocionar. É até muito difícil admitir que muitos sonhos são cortados dentro das casas, afinal, é lá que deveriam ser adubados para o perfeito crescimento.

De qualquer forma, a despeito de toda dureza da vida é possível ainda viver uma mudança de vida e colher novos frutos mesmo que de uma árvore cortada. Veja a nossa mangueira da imagem. Se ela foi possível dar um fruto e brotar um novo ramo verdinho, quanto mais você dotado de toda inteligência e atitude necessárias para se reinventar.

Sempre falo aos grupos nos quais posso ministrar – Decisões Decidem Destinos. Se voê está colhendo as mesmas situações fazendo sempre as mesmas coisas de sempre e desejando resultados diferentes, lamento te informar que sua vida em nada vai mudar. Decida plantar sementes novas. Quer uma promoção? Volte para os estudos. Quer que seu relacionamento mude? Conquiste e reconquiste como a primeira vez. Mude suas sementes o quanto antes.

Inspire-se em vencedores e digo vencedores anônimos, pessoas do seu dia a dia que se superaram. Veja como elas conseguiram e siga seus passos e por fim, liberte-se dos  pensamentos que te limitam a dar o próximo passo.

Reinvente-se em todo tempo o tempo todo! A mangueira conseguiu, agora só falta você.

 

Lúcio Reis
Professor e Palestrante, um novo ramo que brotou.