Vença o dilema de Alice

Anexo vazio ou tipo de publicação diferente de ‘anexo’

Vença O Dilema de Alice

 

Já parou para pensar por quantos momentos de indecisão passamos ao longo da nossa vida? Justamente momentos cruciais são os mais embaraçosos nas tomadas de decisão. Os jovens são bombardeados pela dúvida da escolha da carreira, afinal terão que estudar de 4 a 10 anos para uma profissão e somente após esse tempo, de fato terem a certeza de que fizeram ou não a melhor escolha.

As situações de decisão e escolha de caminhos são as mais diversas como casamento, separação, investimento, amizades e por aí vai.

Quem conhece a personagem Alice do livro escrito por Lewis Carroll “Alice no País das Maravilhas” eternizado pela Disney, vai lembrar de um determinado trecho da trama em que Alice se vê perdida a procura do coelho branco e de frente  a tantos caminhos.

 – Podes dizer-me, por favor, que caminho devo seguir para sair daqui? Isso depende muito de para onde queres ir – respondeu o gato. Preocupa-me pouco aonde ir – disse Alice. Nesse caso, pouco importa o caminho que sigas – replicou o gato”.

Veja que lição incrível este desenho nos ensina – Quem não sabe pra onde vai, qualquer caminho serve ou Quem não sabe o que quer, qualquer coisa serve.

Se você detectou alguma similaridade da narrativa com algum momento da sua vida, vou deixar abaixo apenas 6 pontos para sua reflexão, veja:

TENHA SONHOS REAIS E MENSURÁVEIS. Há pessoas que confundem sonhos (projeção pessoal) com devaneios e são incapazes de fazer a distinção das coisas. Tenha equilíbrio e foco no que você está prospectando e principalmente onde consiga colocar metas a curto, médio e longo prazos.

PROJETE O FUTURO, MAS TOME DECISÕES AGORA. Seguindo a mesma linha do tema acima, para que estes sonhos comecem a serem vislumbrados, é necessário que pequenas atitudes comecem já. O simples fato de você sentar como uma folha e uma caneta e começar a rascunhar seus planos já será o primeiro passo da sua caminhada e lembre-se, olho no futuro para manter-se motivado em chegar, mas não esqueça das atitudes do agora e por fim, evite olhar constantemente no retrovisor para não paralisar.

INSPIRE-SE EM ALGUEM QUE VENCEU, e não precisa ser necessariamente na mesma área que escolheu. Há muitas histórias de sucessos que podem inspirar qualquer desafio.

ANDE COM PESSOAS MELHORES QUE VOCÊ. Aqui não está nenhum argumento pejorativo. Se você é um sonhador e andar com pessimistas, é muito mais fácil que ele te deixe “DOWN” e seu sonho mais distante do que você fazer com que ele seja esperançoso. Tenha relacionamentos significativos com pessoas que estejam sempre à sua frente, isso te motivará.

TENHA UM DESEJO ARDENTE. Para tomar decisões difíceis geralmente é necessário um desejo muito forte pela mudança. FREUD nos lembra que “Quando a dor de não estar vivendo for maior que o medo da mudança, a pessoa muda”

REFLEXÃO CONSTANTE. É necessário durante todo o percurso do novo caminho a reflexão. Somente através dela saberemos se as pequenas decisões do dia a dia estão corretas, afinal é mais fácil corrigir questões pontuais do que toda uma jornada. Não despreze os conselhos daqueles que realmente se importam com você. Pais, irmãos, cônjuges, geralmente são as pessoas mais indicadas para nos sinalizar rotas mesmo que pareça estar te contrariando. Não é por menos que a Bíblia sagrada nos ensina que “na multidão de conselhos há sabedoria” Provérbios 11:10.

Livre-se das indecisões. Livre-se da procrastinação. Livre-se do dilema de Alice.

Vença você.

Fraterno abraço. Lúcio Reis – Professor